Avenida da Liberdade com Arte

Avenida da Liberdade com Arte

Durante este mês, quem passar pela avenida vai ser surpreendido ao cruzar-se com reproduções de obras de artistas reconhecidos mundialmente que no dia-a-dia podem ser apreciadas no Museu Gulbenkian e que temporariamente ocupam 14 espaços emblemáticos da Avenida da Liberdade. O roteiro artístico que se pode desfrutar na avenida resulta de uma parceria desenvolvida entre a Fundação Calouste Gulbenkian e a Associação Avenida, no âmbito da campanha Art Matters. 

A iniciativa Art Matters pretende sublinhar a relevância da arte e do seu poder regenerador em toda a sociedade, especialmente em momentos de crise. Segundo António Filipe Pimentel, diretor do Museu Calouste Gulbenkian, procura-se questionar a cidadania sobre a (in)utilidade do Belo: «Como podemos realmente aferir a utilidade do Belo na nossa sociedade, ante o conjunto de carências vitais expostas pela presente pandemia — quadro que, 

ao invés, parece antes colocá-lo num patamar difuso de inutilidade? É a Arte (obviamente entendida em sentido lato) essencial à vida, simplesmente útil, ou, finalmente, despicienda?» 

O Museu Calouste Gulbenkian, motivado pela responsabilidade que decorre do caráter universal das suas coleções, posiciona-se em relação a esta questão central, estimulando uma inquietação, de inquestionável acuidade e pertinência, que encontra eco nas próprias palavras de Calouste Sarkis Gulbenkian, uma das personalidades mais relevantes do mundo financeiro da primeira metade do século XX: «O estudo da arte tem sido, entre as minhas ocupações, um fator de consolo e de transformação…» 

A Avenida da Liberdade convida a um outro olhar, mais demorado, sobre as lojas, os hotéis e escritórios, no âmbito da iniciativa Art Matters que propõe sensibilizar para a importância que arte tem na vida de todos nós, mostrando que a arte pode ser experienciada também para além do tradicional espaço museológico, revelando-se enquanto força aglutinadora e criativa que contribui para elevar a comunidade e o seu estado de alma numa altura em que todos procuram um maior positivismo e foco na concretização de novos horizontes. 

Trazendo a reprodução de obras da coleção de arte de Calouste Sarkis Gulbenkian ao encontro de novos públicos em locais e ambientes inesperados, a campanha reveste-se de um caracter surpreendedor para quem frequenta a Avenida da Liberdade. 

Entusiastas desde o primeiro momento, fazem parte do roteiro das artes a Boutique dos Relógios Plus Art, Cushman & Wakefield, David Rosas, Elisabetta Franchi, JNcQUOI, Loja das Meias, Massimo Dutti, Olhar de Prata, Rosa & Teixeira, Timberland, Torres Joalheiros e os hotéis Heritage, Britania e Lisboa Plaza. 

Gostou do artigo? Goste e partilhe!

Avenida da Liberdade com Arte

bookmark_border

mais em Culture, Lifestyle

ONE é o mais recente modelo da Piaggio

a redireccionar em 10 segundos