jovens artistas portugueses apoiados pela Fundação EDP

jovens artistas portugueses apoiados pela Fundação EDP

jovens artistas portugueses apoiados pela Fundação EDP. A Fundação EDP vai adquirir 22 obras de 15 jovens artistas portugueses, no âmbito de um fundo especial de aquisições no valor de 100 mil euros.

O apoio e incentivo à produção artística nacional é uma das prioridades e principais eixos de atuação da Fundação EDP, que lança este fundo em resposta ao grave impacto que a pandemia da Covid-19 está a ter no meio artístico, e especialmente nos artistas em início de carreira.

Este fundo especial de aquisições possibilitou a compra de um conjunto significativo de obras a artistas nascidos entre 1986 e 1996, ao colmatar ou complementar lacunas de representação na Coleção de Arte Fundação EDP relativamente a artistas desta geração: Adriana Proganó, Alice dos Reis, AnaMary Bilbao, Andreia Santana, Carolina Pimenta, Eduardo Fonseca e Silva, Fernão Cruz, Gonçalo Preto, Henrique Pavão, Horácio Frutuoso, Igor Jesus, Maria Trabulo, Rita Ferreira, Sara Bichão e Tiago Madaleno.

Estes artistas foram selecionados por um comité constituído por Miguel Coutinho, administrador e diretor geral da Fundação EDP; José Manuel dos Santos, administrador e diretor cultural da Fundação EDP, e Inês Grosso, curadora do maat.

“O diálogo e a colaboração regular com os artistas permite-nos ter uma maior perceção e entendimento do gravíssimo impacto que a pandemia provocou e continua a efetivar nas suas vidas, e especialmente nas vidas dos jovens em início de carreira. Com atenção a esta realidade, lançamos este fundo como forma de manifestar apoio e admiração pela capacidade de resiliência do meio artístico nacional, profundamente afetado pela pandemia”, detalha Miguel Coutinho.

A par deste fundo, a Fundação EDP pretende fazer aquisições de obras de arte também no valor de 100 mil euros ao longo de 2021. No ano de 2020, a Coleção de Arte da Fundação EDP foi enriquecida com cinco novas obras adquiridas à dupla João Pedro Vale/Nuno Alexandre Ferreira, Welket Bungué, Gabriel Abrantes e Manuel João Vieira.

A Coleção de Arte da Fundação EDP foi iniciada no ano 2000 pretendendo abranger várias gerações de artistas portugueses contemporâneos, bem como várias áreas e disciplinas da criação artística. Estabeleceu-se o seu início cronológico de referência na década de 60 do século XX. É atualmente composta por mais de 2.450 obras de mais de 295 artistas.

Gostou do artigo? Goste e partilhe!

jovens artistas portugueses apoiados pela Fundação EDP

bookmark_border

mais em Culture

Herança intemporal numa coleção

a redireccionar em 10 segundos