Yamaha bLU cRU, Rodrigo Valente o português na Taça

Yamaha bLU cRU, Rodrigo Valente o português na Taça

A temporada inaugural da Yamaha R3 bLU cRU European Cup está a aproximar-se e já foram revelados os primeiros 24 pilotos a integrarem a grelha desta nova competição, dedicada aos jovens talentos da modalidade entre os 12 e os 20 anos, estando entre eles a promessa portuguesa Rodrigo Valente. Com apenas 13 anos, é o único português a ser selecionado pela marca para fazer parte desta primeira temporada do troféu, tendo a oportunidade de correr junto de pilotos de vários países e de mostrar o seu talento a nível mundial.

Este campeonato, que irá decorrer juntamente com seis jornadas do Mundial de Superbike, será composto por 12 corridas a decorrerem em seis rondas e tem início marcado para o mês de abril.

Para além da participação na Yamaha R3 bLU cRU European Cup, Rodrigo irá ainda alinhar com a Team Stratos, uma equipa oficial Yamaha espanhola, para competir no Campeonato espanhol ESBK, na classe SuperSport300. Este é o campeonato nacional mais competitivo do mundo, integrado por 7 provas, cada uma delas com duas corridas.

Mas os planos de Rodrigo para 2021 não ficam por aqui! A somar a estas duas competições, que serão a sua grande prioridade durante este ano, Rodrigo irá também fazer algumas provas do Campeonato Nacional Velocidade com as cores da Team Target. Esta será a sua segunda vez no CNV, tendo feito em 2020 a sua primeira temporada no campeonato na classe SuperSport 300.

Apaixonado por motas desde pequeno, foi no ano de 2018 que Rodrigo fez o batismo na Escola de Iniciação de Moto Racing de Sintra. Poucos meses depois iniciou a sua formação na mesma escola, sendo-lhe logo proposto que participasse na última prova do Troféu Velocidade 2020, mostrando aí o seu talento para o motociclismo.

Foi no ano seguinte que iniciou o seu percurso na competição na categoria de Moto5 e que recebeu autorização da FMP para competir no Campeonato Nacional de Velocidade. Terminou a época de 2019 como Vice-Campeão do Troféu Velocidade 2020 e em 6º no CNV.

Em 2020, foi convidado pela Team Target para ingressar na equipa na classe SSP300, sendo o piloto mais novo da classe desse ano.

Infelizmente, Rodrigo estreou-se nessa época com uma queda nos treinos para a primeira corrida, comprometendo as provas que aí viriam. Mas o jovem piloto nunca desistiu do seu objetivo e, mesmo não sendo possível arranjar o motor por falta de peças por causa da pandemia, correu com um motor stock e não com um motor de competição como os outros pilotos. Na última corrida, onde conseguiu finalmente ter um motor competitivo, a prova fez-se debaixo de chuva e, apesar de ser a primeira vez do piloto à chuva, garantiu o segundo melhor tempo e garantiu, apesar de todas as adversidades, o 7º lugar no campeonato.

Gostou do artigo? Goste e partilhe!

Yamaha bLU cRU, Rodrigo Valente o português na Taça

bookmark_border

mais em Lifestyle

O Absurdo na Arte Contemporânea

a redireccionar em 10 segundos