Contra o desperdício dos alimentos na consoada

Contra o desperdício dos alimentos na consoada

Contra o desperdício dos alimentos na consoada! Nunca como agora o combate ao desperdício alimentar, foi tão importante. As últimas notícias das várias paróquias do país, relatam um acréscimo de pedidos de alimentos exponencial com uma incidência na classe média.

Todos os Natais cerca de 1/3 das refeições são desperdiçadas. Este é um facto que não pode deixar ninguém indiferente e que motivou o Movimento a lançar o desafio aos quatro Chefs Portugueses, que acederam com quatro receitas criativas e fáceis de fazer em casa, para transformas as sobras da Ceia de Natal em refeições criativas e saborosas. 

A açorda de bacalhau é explicada de forma muito simples pelo Chef Rui Paula. Igualmente simples é o Strudle de Bacalhau e Couve com Chouriço da autoria do Chef José Avillez. Os Croquetes de Leitão da Tia Cátia apresentam um toque de inovação e para finalizar o Bread Puddin de “Bolo Rei” do Chef Kiko introduz uma solução muito prática para reaproveitar as sobras de Bolo Rei até à última migalha. (Encontra as receitas no final do artigo)

Assente em comunicação e informativo, o Movimento Unidos Contra o Desperdício nasceu no primeiro dia instituído pelas Nações Unidas como “Dia Mundial de Consciencialização para as Perdas e o Desperdício Alimentar”, 29 de setembro de 2020, e propõe-se desenvolver um conjunto de ações ao longo do ano, com o apoio dos seus fundadores e aderentes, que consciencializem a sociedade para a importância do tema.

Para Francisco Mello e Castro, do Movimento Unidos Contra o Desperdício, “o Natal, que é por tradição momento de união e de encontro da família e amigos, terá este ano que ser reinventado por todos, à luz de uma brutal pandemia que há mais de 9 meses nos obriga ao distanciamento social. À boleia dessa reinvenção que todos precisamos de fazer e porque neste Natal muitas pessoas passarão ainda mais dificuldades, acreditámos que este seria o momento ideal para desafiar os portugueses lá de casa a unirem-se contra o desperdício reaproveitando as suas ceias de Natal, evitando dessa forma que alimentos em perfeitas condições de consumo acabem no lixo, como já é habitual nesta época festiva. 

A campanha “Um Natal Unido Contra o Desperdício” é mais um passo que consideramos importante na construção deste movimento nacional e cívico que com pouco mais de dois meses de existência conta com a adesão de milhares de particulares e centenas de empresas, todos eles unidos no compromisso de combater o desperdício alimentar”.

Chef Rui Paula 

AÇORDA DE BACALHAU 

  • • Ingredientes 
  • • Quantidade Produto 
  • • 300 gr de Bacalhau 
  • • 500 gr de Pão 
  • • 1 Cebola 
  • • 3 Dentes alho 
  • • 2 Tomates 
  • • 50 ml Azeite 
  • • 1 Folha louro 
  • • q.b. Cominhos 
  • • q.b. Pimenta 
  • • 300 gr Couve Penca 

Desfie o bacalhau que sobrou da ceia de Natal e reserve. 

Descasque e pique a cebola, o alho e o tomate, adicione um pouco de água e leve ao lume a refogar, e deixe cozinhar. 

Adicione um pouco mais de água e tempere com a pimenta, os cominhos e o louro. 

Junte o bacalhau desfiado e deixe apurar um pouco o molho. 

Corte o pão em fatias e adicione-as ao preparado e mexa até ficar bem envolvidas. 

Corte a couve que sobrou da Ceia de Natal em forma de caldo verde, coloque num sauté anti-aderente um pouco de azeite e alho e salteie a couve penca. 

Chef José Avillez 

STRUDLE DE BACALHAU E COUVE COM CHOURIÇO 

Ingredientes para 4 pessoas 

  • • 800 g de sobras de bacalhau já demolhadas 
  • • 2 dentes de alho (para cozer o bacalhau) 
  • • 1 folha de louro 
  • • 80 g de chouriço de boa qualidade 
  • • 400 g de couve lombarda 
  • • 4 dentes de alho laminados 
  • • Azeite q.b. 
  • • 2 folhas de massa filo 
  • • Manteiga clarificada q.b. 

Molho branco: 

  • • 300 ml de caldo de bacalhau 
  • • 20 ml de manteiga clarificada 
  • • 25 g de farinha 

Coza as aparas/sobras de bacalhau num tacho com água, uma folha de louro, dois dentes de alho e um fio de azeite. Tenha em atenção para não deixar cozer demasiado o bacalhau. O bacalhau deve cozer em lume muito brando, nunca deixando ferver e só até estar cozido. Reserve o caldo de cozedura quente. Limpe e lasque as sobras de bacalhau e reserve. Para preparar o molho branco, aqueça a manteiga num tacho, junte a farinha e envolva bem. Cozinhe em lume brando mexendo sempre até formar uma bola. Sem parar de mexer para que não se criem grumos, junte gradualmente um pouco do caldo quente de bacalhau. Deixe levantar fervura, depois baixe o lume e deixe cozinhar lentamente. O molho não deverá ficar muito líquido. Reserve. 

Noutro tacho, junte um pouco de azeite e o chouriço picado. Deixe ganhar um pouco de cor tendo o cuidado de não deixar aquecer demasiado o tacho. Acrescente o alho laminado, a couve, um fio de azeite e envolva. Junte um pouco do caldo da cozedura do bacalhau, tape e deixe estufar durante 10/15 minutos. Quando a couve estiver estufada, junte as lascas de bacalhau e envolva bem. Junte o molho branco pouco a pouco. Não coloque demasiado, o molho branco deverá ligar apenas o recheio. Retire do lume e deixe arrefecer ligeiramente. Pincele uma folha de massa filo com manteiga clarificada e sobreponha outra folha de massa filo. Pincele as pontas da segunda folha de massa filo com manteiga clarificada e sobreponha outra folha de massa filo. Pincele as pontas da segunda folha a toda à volta para que não fique quebradiça. 

Atenção que a massa filo tem de ser trabalhada com rapidez para não secar. Coloque o recheio no centro e dê atenção para que não fique muito alto (se ficar alto é difícil de assar). Feche o strudle, pincele por fora com manteiga, coloque num tabuleiro forrado com papel vegetal e leve ao forno a 180ºC, durante 20 minutos, aproximadamente. Retire do forno logo que a massa esteja dourada e estaladiça. Sirva de imediato. 

Tia Cátia 

CROQUETES DE LEITÃO 

Ingredientes 

● 2 colheres de sopa de banha de porco 

● 1 cebola pequena picada 

● 1 dente de alho picado 

● 300g de leitão cozinhado e desfiado 

● 50ml de vinho branco 

● 60g de farinha 

● 200ml de leite quente 

● 2L de óleo 

● 1 folha de louro 

● Pão ralado q.b. 

● Farinha, q.b. 

● 2 Ovos 

● Noz-moscada q.b. 

● Sal e pimenta q.b. 

● 150g de Maionese 

● 1 colher de sopa de pimenta preta moída grosseiramente 

● 1 colher de sopa de sumo de limão 

● 1 colher de sopa de salsa picada 

Confeção: 

Num tacho aqueça 2 colheres de sopa de banha e refogue 1 cebola pequena picada e 1 alho picado, e deixe alourar. Acrescente 300 g de leitão cozinhado desfiado. Tempere com sal, pimenta e noz-moscada. 

Regue o fundo do tacho com 50ml de vinho branco. Polvilhe com 60g de farinha e mexa. Adicione 200ml leite aos poucos, mantendo o tacho sobre lume brando e continuando sempre a mexer. 

Deixe cozinhar um pouco, mexendo bem. Retire o tacho do lume, deixe arrefecer numa taça coberta com película aderente. 

Numa tigela coloque 150g de maionese com 1 c. de sopa de pimenta preta moída grosseiramente, 1 c. sopa de sumo de limão e 1 c. de sopa de salsa picada. Envolva tudo. 

Com o preparado já frio, forme pequenos cilindros. Passe-os por farinha, de seguida por ovo e finalmente por pão ralado. 

Frite os croquetes em óleo bem quente até ficarem dourados/acastanhados. Retire-os do óleo e seque-os sobre papel de cozinha de forma a retirar o excesso de gordura. 

Sirva os croquetes e acompanhe com a maionese de pimenta 

Chef Kiko 

BREAD PUDDIN DE “BOLO REI” 

Muitas vezes, não sabemos o que fazer ao Bolo Rei que sobra ou até mesmo as rabanadas que sobram depois da noite de natal. O Bolo rei vai ficando seco e as rabanas ficam no esquecimento. Como desperdiçar não é opção, sugiro-vos uma receita doce muito simples e que dá uma “nova” vida a estes dois doces de natal 

Vamos precisar de: 

  • • 6 fatias de Bolo Rei ou 6 rabanadas 
  • • 1 chávena de leite 
  • • 2 colheres de sopa de manteiga 
  • • 4 ovos 
  • • 4 colheres de sopa de açúcar 
  • • 2 colheres de passas 
  • • 2 colheres de sopa de amêndoas laminadas (para quem gostar) 

Partimos o Bolo Rei ou as rabanadas em pedaços com as mãos, batemos os ovos com o açúcar e juntamos o leite e a manteiga (previamente derretida). Cobrimos com esta mistura, de forma a ficar “empapado”. Acrescentamos as amêndoas e passas e, para quem gostar, podemos pôr um pouco de canela. Levamos de seguida ao forno numa travessa e deixamos durante 40 minutos a 180º. Quando retirarmos do forno, ainda quente, podemos servir com uma bola de gelado! 

Gostou do artigo? Goste e partilhe!

Contra o desperdício dos alimentos na consoada

bookmark_border

mais em Lifestyle

Relógios e carros, uma paixão

a redireccionar em 10 segundos